<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6652341535637365888\x26blogName\x3dLegalmente+Di%C3%A1rio\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://legalmente-diario.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://legalmente-diario.blogspot.com/\x26vt\x3d-2329948332572852771', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
5.10.10
Não se fazem mais...

...homens como antigamente.
Na verdade, eu tenho motivos para reclamar.
Para reclamar de mim! De mim e da minha mania horrível de me envolver com caras errados.
Mas ok! Esse post não é bem uma reclamação. (ou é)
O fato é que eu ja parti para outra. (e quem era o um?) O "um" eu nem contei aqui, mas tb não valeria a pena.
Enfim..
Estou eu na academia. Um cara me chamou a atenção pq ele olhava o tempo todo pra mim.
E acreditem. LINDO.
Fiquei meio abobada nos primeiros dias e é claaaro, que derrubei uns pesos no chão.
Pois sempre que fico encabulada eu derrubo alguma coisa, ou tropeço em alguma coisa, ou entorno algo em alguém.
Ocorre que isso continuou acontecendo. E como eu estava com o coração meio "ocupado" eu não dava devida importância para os olhares. Mas como a "ocupação" do meu coração se mostrou uma bela roubada, como sou velha de guerra, chutei o baldinho e segui em frente.
Como o mocinho da academia continuava olhando eu comecei a dar mais abertura. Mas só que ele se mostrou um tanto qto tímido.
Qdo eu não olhava pra ele, ele encarava. Qdo eu olhava pro lado dele, ele virava o rosto, sem jeito. rs
Esses dias, ele veio pedir pra revezar um aparelho e não disse NADA. Ficou parado atrás de mim com a ficha na mão, mudo e estático.
Eu virei pra trás e perguntei: Revezar?
Ele balançou a cabeça afirmativamente.
E só.

O que faço para ele falar?
Derrubo um peso no pé dele?
Tropeço e caio em cima dele?
Finjo um desmaio?

Pq romances de hoje são tão difíceis?????????




|

7 Comentários:

Blogger Lulu on the Sky® disse...

Ai K-cau sei como é complicado viu..
Tenta puxar uma conversa com o mocinho, quem sabe?
Big Beijos

Blogger Murdock disse...

Você pode pedir pra revezar na próxima.

Blogger Déborah Lane disse...

Reveza, puxa assunto e chama pra um suco pós-malhação. Enfim, faz isso renderrr!!!kekekeke

Blogger Vanessa disse...

Eu no seu lugar revezaria e depois puxaria conversa..."Esse aparelho é bem disputado, né?!"
Boa sorte!

Blogger Micha Descontrolada disse...

puxa conversa...e chamar pra suco pós malhação é uma boa mesmo.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Blogger Lu Barreto disse...

O negócio é puxar um papo na primeira oportunidade. Boa sorte! Que tudo dê certo, bjs.

Blogger Alice Voll disse...

só falta ele chegar em você e perguntar o no. da tua cabeleleira! sjainsainsjiansa
sem sacanagy detesto homem frouxo, que olha e não chega, aff!

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial